Seguidores do blog... Adoro!!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Mundo Geek

Hoje vou colocar vocês mamães por dentro do mundo Geek!
Para assistir o vídeo clique aqui

Resultado de imagem para keep calm and geek on

Primeiro vou falar um pouco de cinema. O último que fomos assistir (nós 5) foi o filme da Mulher Maravilha. Obviamente o filme teria que ser dublado, então o melhor horário que tinha para assistir com elas, o filme era em 3D. Não teria problema por mim, embora prefiro assistir em 2D, mas a Adele, como fazer com que os óculos não incomodasse, não ficasse caindo, enfim... Como dizem por aí que “brasileiro não domina o mundo porque não quer”... Peguei um elástico, adaptei nos óculos e deu super certo, ficou o filme todinho com ele!!

Sobre o filme:

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Além de todos as características de um super herói a Mulher Maravilha, tem um diferencial que caracteriza bem nós mulheres: Acreditamos que o mundo tem jeito, que o Amor é a nossa salvação”. O filme tem ação, aventura, romance, humor e uma ótima mensagem!

Nós que víamos a Mulher maravilha somente nos episódios do desenho dos “Super Amigos”, e que quando aparecia nunca tinha um episódio só dela, agora não só as meninas como também nós mulheres temos uma super heroína que nos representa !! O filme vale à pena.



 Resultado de imagem para mulher maravilha


E aí, definitivamente o mundo de super heróis, não faz parte só do mundo dos meninos! Sim as meninas estão com tudo. Por isso, mães vamos ficar por dentro desse mundo Geek que está invadindo nossas casas.

Mamães, preparem-se que vcs vão arrasar falando e entendendo as gírias que eles acham que só eles sabem do assunto ;)


BEM VINDOS AO MUNDO GEEK

Pra começar, o que é Geek gente?

Geek é uma gíria da língua inglesa cujo significado é alguém viciado em tecnologia, em computadores e internet.
O conceito de geek é algo semelhante ao conceito de nerd: aquele que tem um profundo interesse por assuntos científicos e tecnológicos, gosta de estudar, é muito inteligente, pouco sociável e não se importa com a aparência pessoal.
Etimologicamente, os termos são distintos: “geek” surgiu no século 19, proveniente de “geck”, uma palavra de origem alemã que significa “bobo”, enquanto “nerd” apareceu nos EUA na década de 1960 e pode ser originária da gíria em inglês “nert”, que significa “louco”.
Nos dicionários de língua inglesa, porém, nerd e geek significam a mesma coisa: pessoas tímidas e inteligentes que se interessam por computadores e pesquisam sobre assuntos de que gostam.
Estereótipos à parte, “nerd” é mais relacionado a estudos, enquanto “geek” aparece mais ligado à cultura pop.

A figura explica tudo:


Resultado de imagem para nerd vs geek editora abril



  
Agora vamos aos Cosplay:

Basicamente são fantasias bem elaboradas do personagem preferido. As mais conhecidas são fantasias de algum mangá, animê, filme ou seriado.
Normalmente os cosplayers (pessoas de cosplay) se vestem assim em eventos; há até mesmo concursos para a melhor interpretação do personagem, roupa, etc. Um cosplay pode estar relacionado com personagens de games, animes e mangás, porém podem também englobar qualquer outro tipo de caracterização que pertença a cultura pop ocidental. Os cosplays mais bem feitos estão no Japão.
Além disso, o cosplayer não se limita em apenas se fantasiar, mas também interpretar a personalidade do personagem escolhido.
Essa família por exemplo, Cosplay do filme “Divertidamente”

 Imagem relacionada



E aí pra deixar ainda um pouco mais animado, o que é Mangá e anime?
Anime ou animê (como é dito no Brasil) é o nome dado para o tipo de desenho animado produzido no Japão.
No entanto, de acordo com o conceito japonês dos animes, este termo é utilizado para classificar todos os tipos de animações, ou seja, independente da sua origem (nacional ou estrangeira).
Pra entender um pouco mais, pra quem acompanha a novela da globo, o personagem Yuri, é fã do Goku e quando ele se caracteriza desse personagem, o que ele é? Ele é um cosplayer do Goku, anime DragonBall ;)
Resultado de imagem para dragon ball
Mangá é o nome dado para as histórias em quadrinho japonesas, que são caracterizadas por serem lidas da direita para a esquerda, ao contrário das convencionais HQ’s ocidentais. HQ = Histórias em Quadrinhos.
Sua origem está no Teatro das Sombras, que na época feudal percorria diversos vilarejos contando lendas por meio de fantoches. Essas lendas acabaram sendo escritas em rolos de papel e ilustradas, dando origem às histórias em sequência, e consequentemente originando os mangás. 
Vários mangás dão origem aos animes, que são exibidos na televisão, em vídeo ou cinemas, mas também há o processo inverso, quando os animes tornam-se uma edição impressa de história em sequência ou de ilustrações. O Naruto é um exemplo de Mangá.
 Resultado de imagem para naruto

Agora os super- heróis! Vocês sabiam que eles não fazem parte de um grupo só?? 
Que uns são DC Comics e outros são da Marvel!?
Pois é, mais essa pra gente entender!!
Depois que você souber diferenciar, será uma super-mãe Geek hahaha!

DC - DC Comics é uma das grandes empresas norte-americanas de histórias em quadrinhos. A sigla DC significa Detective Comics, o título de uma história em quadrinhos de Batman, publicada em 1939. Outros personagens representativos da editora são a Mulher Maravilha, Super Homem, Flash, Lanterna Verde, Aquaman, Mulher-Gato, Zatanna dentre outros. Basicamente o pessoal da “Liga da Justiça” é da DC Comics

Marvel: A Marvel Comics teve sua 1a. HQ (historia em quadrinhos) lançada em 1939. Sua popularização aconteceu no início da década de 1960 com Stan Lee e Jack Kirby criando herói como os X-Men e Homem-Aranha. Hoje a Marvel Entertainment é parte do grupo Disney, atingindo todas as mídias. Pra gente (mães) entender, “Os Vingadores” são da Marvel.
Quem não conhece o Stan Lee?  Ele sempre faz suas aparições, de maneira bem divertida nos filmes da Marvel. Quem lembra do carteiro entregando uma correspondência ao Tony Esterco,rsrsrs, digo Tony Stark (o Homem de Ferro) no filme “Guerra Civil”.
Alguns dos personagens da Marvel: Homem-Aranha, Capitão America, Thor, Homem de Ferro, Hulk, Wolwerine, Demolidor, Dr. Destino, O Coisa, Ciclope, Noturno, Magneto, Dr. Estranho, Gavião Arqueiro Demolidor, Surfista prateado, Deadpool, Miss Marvel, Mulher Hulk, Nova, Lince Negra, Justiceiro, Rainha Branca, Ultimate Homem-Aranha, Nick Fury, Tempestade, Vampira, Mulher invisível, Visão, Mary Jane Watson, Tocha Humana, Pantera Negra, Soldado Invernal, dentre outros.


 Resultado de imagem para marvel vs dc

Depois das informações básica de cultura Pop (cutura popular), esse evento você tem que saber que existe: Comic Con Experience
Comic Con Experience (também conhecida apenas como CCXP) é um evento brasileiro de cultura pop nos moldes da San Diego Comic-Con cobrindo as principais áreas dessa indústria como: jogosquadrinhosfilmes e TV.
Realizado pela primeira vez em dezembro de 2014 pelas equipes do site Omelete, da Piziitoys e pela agência Chiaroscuro Studios, é considerado o maior evento nerd já organizado no país e a terceira maior Comic Con do mundo em público (em 2016).
A primeira edição, em 2014 foi realizada no São Paulo Expo, antigo Centro de Exposições Imigrantes, tendo público de mais de 97.000 pessoas com a participação de mais de 80 empresas e grandes nomes do cinema como Jason Momoa, de Game of Thrones] e Sean Astin, conhecido por filmes como Os Goonies e O Senhor dos Anéis. O evento reuniu fãs de jogos eletrônicos, quadrinhos e diversos cosplayers dos mais variados temas.

Imagem relacionada

Difícil mas não impossível, Nosso desejo é de que um dia, vamos à Comic Con em família! Seria um sonho realizado... o nosso Cosplay? Huum  são tantas idéias...

Porque deixar seu comentário que gostou do Post  é muito bom, mas deixar um comentário: “Arruma as malas que vocês vão pra Comic Con aí é d+!!! 

Compartilhem, curtem e marquem as mamães Geek!!!



domingo, 23 de julho de 2017

Literatura Infantil


Nosso primeiro vídeo, todas juntas no canal... Clique aqui


Sabemos que a leitura além de aguçar a criatividade, estreita a relação familiar. Agora como criar o hábito da leitura?

Eu li uma frase que se encaixa bem como resposta, que diz o seguinte: ´“O desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente na escola e continua pela vida afora.” Bamberger.

Mesmo antes de ser alfabetizada, a contação de histórias faz parte do processo. Ouvir histórias, até mesmo para quem já sabe ler é importante, aguça o imaginário e a percepção.
Assim, tento sempre ler com as meninas. Desde grávida, tinha o hábito de ler, cantar e ouvir músicas com elas. Sempre que podemos vamos à livraria, compramos livros e nos divertimos. A leitura não tem limite, pode ser contos, causos, poemas, historinhas... O legal é que temos tudo isso bem acessível.  A escola por sua vez, contribui bastante de maneira sistêmica, lá elas escolhem livros para ler em casa e fazer trabalhos escolares.

A intenção desse post é de mostrar um pouco do gosto das meninas pela leitura, incentivando e dando dicas de livros e escritores.

Tanto a Aimêe quanto a Maitê, quando começaram a escolher livrinhos de literatura infantil, uma coleção que elas gostavam, e a Maitê (6 anos) ainda gosta, é a Coleção dos “Pingos”, de Eliardo e Mary França. Outros escritores que elas se identificam com as historias são os livros da Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Eva Furnari e o Ziraldo. Tem um escritor israelense que mora no Brasil que se chama Ilan Brenman, também tem histórinhas bem legais sobre o cotidiano infantil, e foi um dos livrinhos dele (Pitoca) que a Maitê conseguiu ler o livro inteirinho sozinha, sem ajuda da mamãe! Aí ficou marcado pra mim.


A Aimêe que com 10 anos, tem curtido muito HQ (histórias em quadrinhos) do Mauricio de Sousa.  Que além da Turma da Monica Jovem, tem umas edições muito lindas, que são da Graphic MSP (Mauricio de Souza Produções). Os livros são capa dura, super lindos, pra quem gosta de colecionar então! São historinhas da Turma da Monica contadas e ilustradas na visão de outros quadrinistas. Um projeto do Mauricio de Sousa que começou em 2009 em comemoração aos 50 anos de carreira.

E tem o livro de leitura preferido, e o dela sem dúvida é: O diário de uma garota nada popular”, é uma coletânea,“Best seller” e é bem pra menina da idade dela. Ela adora! A escritora é norte americana (Rachel Renée Russell). Que conta a estória de uma menina, um diário e uma malvada que aparece no caminho dela.

Dicas de livros lidos na escola e que ela gostou muito: “Era mais uma vez, outra vez”, de Glaucia Lewick e outro que mesmo sendo antigo vale a dica é “As irmãs Grimm” de Michael Buckley.

A Adele, com 3 anos de idade vai na linha da Maitê, primeiramente escolhe pela capa, rsrs. A mais bonita ela quer... Mas o negócio dela ainda são as histórias de princesas e as fábulas, a dos “3 Porquinhos” e “Chapeuzinho Vermelho” são os preferidos. Acho que ela gosta de aventura, porque pra ela tem que ter lobo, bruxa e dragões!! Além dos livros com cores, números e texturas.


No vídeo, eu junto com as meninas, falamos um pouco sobre livros e histórias preferidas comentadas aqui no post. Clique aqui e confira!! 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Ao infinito e além...

Crianças em fase escolar, os pais também voltam a estudar, pesquisar e ajudar nas tarefas de casa. Eu com duas na escola (1º e 5º ano do fundamental) tem sido aprendizado constante.

Se você também embarca nas tarefas do seu filho, vou fazer posts sobre as atividades que fazemos que acho legal compartilhar com vocês.

Hoje vou começar pela Maitê, 6 anos, 1º ano do fundamental. O projeto desse ano é chamado " Além do céu", todos os conteúdos ensinados durante o ano tem um link com o assunto do projeto. O legal é que a Maitê gosta muito de observar a lua, tem curiosidade pelo espaço, no natal inclusive ela pediu um telescópio e aí veio bem acalhar esse ano.

Além das atividades de alfabetização, veio agora no 1º trimestre a seguinte atividade: Montar um foguete com material reciclado. Vamos ao passo a passo desse foguete!

Material utilizado:
1 embalagem de detergente (vazio), podendo ser uma garrafinha pet de 600ml.
papelao ( para as turbinas)
papel colorido (para enfeitar)
papel crepom (para fazer o fogo)
fita adesiva

Também utilizamos uma massinha (Doh Vince) para fazer uns acabamentos decorativos, mas é opcional, usamos porque na ocasião tínhamos em casa, caso contrário pode usar papel colorido mesmo.

Foi bem simples, até porque a Maitê que tinha que fazer, ajudei somente no desenho da turbina...

Então vamos lá:

1) Primeiro desenhei as "turbinas" no papelão (de caixa de sapato) como a caixa era na cor preta deixei assim mesmo, não pintamos.
Recortamos e colamos com fita adesiva na parte inferior da embalagem do detergente.
2) recortamos umas tiras de papel colorido e colamos também com fita no corpo do foguete
3) recortamos uma cabecinha de criança para fazer um astronauta dentro do foguete
4) Usamos o papel crepom para fazer o fogo saindo das turbinas





E aí curtiram, fácil né! Daqui a pouco tem mais ;)

Agora tô preparando outro post, pra contar como estamos nos organizando com horários de estudo, provas e tarefas com a minha mais velha que está no 5º ano. Até mais!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Um dia de emoções intensas

O dia 29 de novembro estava sendo muito aguardada aqui em casa. Pra quem não lembra, esse foi o primeiro ano da Maitê na escola e a apresentação de final de ano, assim como já havíamos ido da irmã mais velha, tinha chegado a hora dela também. Estava animada, porque além da primeira apresentação de final de ano, ela faria uma participação na "Cantata de Natal", ela é a "mãe do Caio" na peça " Indiana Jones e o Tesouro perdido de Natal".

Então, desde Setembro estava ensaiando, já sabia tudo de cor e salteado... tudo na ponta da língua e mesmo assim aquele frio na barriga e ansiedade dela pra apresentar.

Chegou a terça-feira dia 29. Acordei, como sempre durante a semana ás 6h30, desci pra fazer o café da manhã, olhei para o relógio do microondas e estava sem o relógio (tudo 0000), sabe quando acaba a luz e desconfigurado. Pois é, nem tinha percebido que tínhamos ficado sem luz, provavelmente foi uma piscada de madrugada.

Enfim, enquanto coloquei a água pra ferver, liguei a tv pra assistir o " Bom dia Santa Catarina" e aí a notícia que eu acabará de ler no rodapé da TV foi um choque, tinha acabado de acordar e soube da triste notícia do acidente de avião que levava a delegação da Chapecoense. Gente! sabe quando te pega de surpresa, não acreditava que tinha acontecido. Aqui em casa, meu marido adora futebol, é santista, assim como as meninas, e a gente acompanha bastante, inclusive ficamos felizes que a Chape, por ser do nosso Estado, tinha se classificado pra final da Sul Americana. Por ser um time ainda sem tradição na série A, cada vez que a Chape vencia ou o cavalinho do Fantástico longe da zona de rebaixamento, a gente falava Óóó a Chape!! porque sabemos como é uma cidade pequena que ficou por muito tempo sem representatividade e de repente tá lá, trazendo alegria pra quem gosta de futebol. Pra gente aqui, a série B já é uma super conquista, imagina chegar na série A e permanecer, quem ama futebol entende.

O dia já começou com emoção diversa e intensa, afinal tinha acordado com uma motivação pela Maitê e a tristeza pelo acidente fatal se misturou.
Acordei a Maitê, e de cara ela acordou e disse: é hoje mãe, é hoje, é hoje. Eu abracei ela e disse é hoje!!

Aí meu marido também já tava levantando e assim que ele olhou pra mim, nem esperei ele acordar direito e falei que tinha acontecido uma tragédia. Ele me olhou, assustado até, e eu disse: o avião da Chape caiu, Meu Deus, todos os jogadores no avião, completei.... Meu Deus!!! Foi nossa reação, descemos e aí foi a cobertura em todos os canais 24hs. A notícia se espalhou e o mundo se comoveu.

Por mais que eu tenha convicção que tudo tem um porque, que é a lei da ação e reação, que temos uma missão aqui na terra e Que Deus é amor, eu acredito nisso, não exclui o sentimento de tristeza, impossível não se colocar no lugar dos familiares. Se eu, somente acompanhando pela Tv, já me emocionei várias vezes com a noticia, imaginem o sentimento da família!!
Pais que perderam seus filhos, filhos que crescerão sem a presença dos seus pais e até mesmo nem os conhecerão pessoalmente, que é o caso de de 2 jogadores da Chapecoense, um soube semana passada que seria pai e outro que o filho nasce em Dezembro.
Um futuro promissor, sonhos interrompidos, realizações, cairam junto com o avião... é muito triste!

Quase que inevitável ouço noticias muito ruins, com mortes, mas essa me tocou muito... talvez por estar mais próximos do futebol, por ser de SC, além, lógico do acidente por si. Mas aí, tinha a apresentação da Maitê, que foi linda! Aí  queria contar tudo sobre a apresentação, mas resolvi que farei um post contando como foi na próxima semana, porque hoje fica até difícil de expressar.

Também pensei de como falar pra Aimêe, ela já entende mas sei que ficaria triste porque ela também gosta e acompanha o futebol com o pai. Ela acordou e aí falei pra ela do acidente que tinha acontecido com o avião da Chape e que eles tinham morrido, ela entendeu e ficou triste, lógico... mas deixei que ela visse os noticiários pra entender, sentir o luto do jeitinho dela e assim foi. Aqui vou aproveitar e linkar com o assunto de como falar sobre perdas (morte) com as crianças. É do blog " Mãe de guri " que eu acompanho e gosto.

E aí, paramos e pensamos o que aprendemos com isso??
Fica aqui nossa reflexão diante do que aconteceu. Reflexão da nossa vida, de nossos atos, nossa convivência com amigos de trabalho. E a conclusão que chego é que na verdade o que nos resta é fazer o bem, amar nossa vida, dar amor aos nossos filhos, a nossa família, ter muita fé, ser solidário, que por sinal, os colombianos e o mundo demonstraram através de gestos, homenagens e ações. Sim, somos capazes de sermos melhores e evoluir cada dia mais.
Oremos muito pelas almas dos que se foram e por suas famílias, que encontrem a paz e descansem em paz!

 Hoje não temos cores, não temos time, não temos fronteiras # ForçaChape


terça-feira, 13 de setembro de 2016

Quadro sensorial para bebê

Brincadeiras sensoriais são importantes para bebês e crianças, pois com elas estimulamos os 5 sentidos: visão, audição, paladar, tato e olfato. 

As crianças que tem contato com essas atividades aprendem e desenvolvem os sentidos através da exploração, investigação e criatividade. Falando o português bem claro: aprendem brincando. 

E assim, normalmente compramos brinquedos  que são tão caros pra eles brincarem mais com a caixa né!?

Então segue uma dica fácil e divertida que vai estimular principalmente o tato com suas texturas e cores diferentes. É o quadro sensorial.
Você vai precisar de:
- Papelão (pode ser a tampa de uma caixa de sapato ou similar)
- Cola quente
- Objetos com texturas e cores diferentes (exemplos: papel laminado, plastico bolha, tampinha de garrafa, pedaço de tecido, esponja, canudinhos coloridos)

O interessante é mixar os materias, uns macios outros mais firmes por exemplo. Usando a cola quente cole bem os itens no seu quadro de papelão. Deixe secar bem, o ideal é 24hs, depois certifique-se que estão bem colados para que não ocorra nenhum acidente enquanto seu bebê esteja brincando.

É uma ótima oportunidade para brincar e conversar com seu bebê, mostrando o "quadro sensorial', onde imediatamente a curiosidade vai tomar conta. Você vai mostrando e falando sobre o que ele esta tocando e sentindo. Palavras chaves como: "fofo", "macio", "áspero" são usadas para descrevermos cada item.
Espero que esse quadro facil de fazer, ajude seu bebê explorar os sentidos de uma maneira divertida ;)

Fonte: blog de uma mãe australiana http://laughingkidslearn.com/. Bem legal ;)

terça-feira, 7 de junho de 2016

Hora de estudar

Os sete erros que alunos cometem na hora de estudar

Conheça atitudes que devem ser eliminadas da rotina escolar
(Texto Denise Pellegrini e Iana Chan)

Um bom desempenho escolar não exige grandes sacrifícios, apenas disciplina.
Um novo ano letivo é a deixa perfeita para colocar sua vida escolar nos eixos. Primeiro é preciso fazer um planejamento de estudos. Com ele, você será capaz de dormir bem, ter tempo para o cinema com amigos e, de quebra, passar de ano tranquilamente. O problema é que na hora de seguir seu planejamento, muitos erros podem fazer com que o tempo dedicado seja improdutivo e tudo vá por água abaixo.
Conheça os principais deslizes que costumam atrapalhar e saiba como driblar as armadilhas.

1. Ignorar os próprios ritmos
Se você acha difícil acordar cedo, não reserve as primeiras horas da manhã para o estudo, pois seu livro vai se transformar num travesseiro. Não adianta fazer um plano que não esteja adaptado ao seu ritmo. "Quando o estudante não cumpre o que planejou, a autoestima vai lá para baixo e leva junto o rendimento", afirma a psicóloga Adriana Machado.

2. Abusar dos estimulantes
Entupir-se de café para ficar acordado e poder estudar pode ser um grave erro. "Para pessoas saudáveis, uma xícara de café feito na hora, até quatro vezes ao dia, funciona como estimulante", diz Fernando Gomes da Rocha, professor de Medicina da Unesp. "Mas em grandes quantidades dificulta a concentração."

3. Só estudar
Passar noites em claro resolvendo equações não faz de ninguém um bom aluno. Sem pelo menos 6 horas de sono por dia, grande parte do que você estudou vai embora pelo ralo. "Um tempo reservado para relaxar e jogar conversa fora tem um efeito poderoso para reerguer o ânimo", garante a pedagoga Teresa Rego.

4. Forçar a barra
Sem motivação você não alcança sucesso nos estudos. Querer realmente aprender o que está à sua frente é meio caminho andado. "O adolescente já é capaz de perceber que a escola e o estudo não envolvem só momentos de prazer, mas também esforço e compromisso", analisa a pedagoga Teresa Rego.

5. Passar por cima das dúvidas
Se você não entendeu algo, pergunte a quem saiba. "Para compreender certas situações usamos conhecimentos adquiridos em diferentes momentos", lembra Maria Bernadete Abaurre, coordenadora do vestibular da Unicamp. "Quando você menos espera, um conceito não compreendido em Biologia aparece em uma aula de Química."

6. Dispersar-se
Se a irmã está cantando, o pai ouvindo rádio e a mãe vendo TV, não há quem consiga estudar. "Coisas assim nem sempre impedem o estudo, mas vão fazer com que o aluno leve 1 hora para concluir o trabalho que faria em 20 minutos", alerta Adriana Machado, do Serviço de Psicologia Educacional da USP.

7. Adiar tudo

Não caia na armadilha de adiar o estudo na crença de que ainda tem bastante tempo. "É comum o aluno deixar para estudar depois porque sempre encontra coisas mais “importantes” a fazer, como dar banho no cachorro", diz Teresa Rego, professora da Faculdade de Educação da USP. Quando isso acontece, as tarefas se acumulam e fica impossível dar conta de tudo.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Educação Física para as crianças

Qual a matéria que você mais gosta?
Se fizermos essa pergunta aos nossos filhos, muito provavelmente a Educação física está entre as preferidas. Além de divertido é muito importante, vejam:

O que se aprende na Educação Física



Educação Física não é só recreação e jogo de bola. Conheça as lições que é possível tirar da disciplina.
Além dos benefícios físicos da prática esportiva, a Educação Física pode desenvolver competências e habilidades sociais.

Pelé, Romário, Ronaldo, Zico, Hortência, Oscar, César Cielo, Bernardinho, Marta, Guga... Quem não sonha em ser um atleta peso-pesado? Ou em ter um campeão desses na família? Mas não é apenas de medalhas de ouro e prata que o esporte é feito. Pesquisas mostram que apenas 0,26% da população tem aptidão para se tornar esportista de renome. Mas nem por isso a Educação Física deve ficar de escanteio. As aulas aplicadas na vida escolar das crianças e jovens brasileiros podem não fazer ídolos esportivos, mas desenvolvem muitas habilidades importantes.

Desde o Ensino Infantil até o fim do Ensino Médio as aulas de Educação Física fazem parte do cotidiano dos alunos das escolas públicas e privadas do Brasil. Para a maioria das pessoas, o tal senso comum, a finalidade única da disciplina é fazer exercícios e ensinar regras de diferentes modalidades de esportes. Mas é muito mais do que isso. Além dos benefícios físicos da prática esportiva, a Educação Física pode desenvolver competências e habilidades sociais, psicológicas, motoras e cognitivas!

Na Escola da Vila, em São Paulo, por exemplo, faz parte do plano pedagógico de Educação Física transmitir por meio das atividades valores éticos. "Nosso trabalho é voltado para práticas que, além de melhorar funções metabólicas, e de conscientizar os alunos da importância do cuidado com o corpo, procuram desenvolver um senso de coletividade buscando uma convivência solidária e positiva", diz Washington Nunes, Coordenador de Esportes.

Essa concepção do ensino de Educação Física parte de um conceito que entende o ser humano como um animal estruturado por corpo, razão e emoção. Em consonância com essa filosofia, a UNESCO - organização de cultura, Educação e ciência das Nações Unidas - estabeleceu quatro pilares que devem fundamentar a Educação: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. "Uma boa Educação deve ensinar o aluno a aprender, a agir e a se relacionar. Precisa englobar esses 4 pilares da UNESCO. E isso vale para qualquer disciplina, inclusive a Educação Física", diz Alcir Ferrer, professor de Educação Física e treinador de basquete juvenil do Club Athletico Paulistano, de São Paulo.


Curta também no facebook: https://www.facebook.com/Maenainternet